Presidente da OAB-CG destaca empenho da Seccional paraibana e da Subseção de Campina na votação a favor das prerrogativas

Compartilhe

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados aprovou, na tarde desta terça-feira, 05, o PL 8.347/2017, que tipifica penalmente a violação de direitos ou prerrogativas da advocacia. O texto foi aprovado por 45 votos favoráveis e somente três contrários. Com o resultado, o projeto poderá finalmente entrar na pauta do Plenário para sua votação definitiva.

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção Campina Grande (OAB-CG), Jairo de Oliveira, esteve atento a todo processo e foi um dos articuladores que lutaram pela garantia da aprovação – uma grande vitória para a advocacia nacional. “Para nós advogados foi uma das maiores conquistas dos últimos tempos, porque garante o respeito ao exercício da nossa profissão, ao nobre exercício da advocacia. Devemos essa grande vitória a todos no Brasil, porque não é uma questão só de Campina, é de todo país. A advocacia brasileira está de parabéns porque saiu fortalecida e respeitada pelo nosso Congresso e acima de tudo, pelo nosso povo”, disse o presidente.

Ele destacou o empenho da Subseção, assim como de toda Seccional paraibana, na articulação política junto aos congressistas, como o deputado Luiz Couto (PT), que fez questão de enaltecer o empenho dos paraibanos. “Com muito respeito e com muita alegria eu votei a favor das prerrogativas, com toda clareza. A Seccional da Paraíba e a Subseção de Campina Grande têm feito a defesa das prerrogativas dos advogados, da população e do estado democrático de direito, por isso eu estou ao lado do presidente Paulo Maia e do presidente Jairo de Oliveira”, enfatizou.

Confira no  aqui no site do Conselho Federal da OAB mais detalhes da votação, as lideranças da advocacia que estiveram presentes e a lista dos deputados que votaram a favor da advocacia.

 

Compartilhe