OAB-CG sediará audiência pública para discutir condições do transporte público em Campina

Compartilhe

A Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção Campina Grande (OAB-CG) será sede de audiência pública, em data ainda a ser definida, para discutir as condições do transporte público coletivo em Campina Grande.
A solicitação partiu do Vereador Olímpio Oliveira (PMDB), do estudante Mateus Henriques, representante da União Nacional dos Estudantes (UNE) e de Emerson Lira, do Conselho das Comunidades. Eles estiveram reunidos na tarde desta sexta-feira, 26, com o presidente da OAB-CG, Jairo Oliveira, que ratificou apoio irrestrito da subseção à luta pela melhoria do sistema de transporte público na cidade.
Segundo o presidente, a data para a audiência deve ser definida na próxima semana. Os pontos discutidos serão o reajuste das passagens para R$ 3,30; o sucateamento da frota; a extinção da função de cobrador; as áreas do município que não são cobertas pelo transporte coletivo; a falta de segurança; e falta de acessibilidade para deficientes físicos e idosos, assim como o direito a gratuidade para este público; além da exigibilidade de pagamento exclusivo pelo Bus Card após às 20h.
Jairo frisou que vários encaminhamentos podem surgir após a audiência, que deverá contará com a participação de inúmeras entidades. “Uma das propostas que poderá ser levantada, por exemplo, é solicitar uma auditoria ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) da Paraíba para avaliar e opinar acerca planilhas e o real custo das passagens para as empresas, porque qualquer aumento de insumos é repassado para o consumidor, mas e as reduções? Como a redução do quadro de cobradores, que não incidiu em diminuição no valor das passagens. É preciso estudar todos esses pontos”, disse.
Compartilhe