NOTA DE REPÚDIO

Compartilhe

A Ordem dos Advogados do Brasil, Subseção Campina Grande, vem a público demonstrar todo seu repúdio e pesar pelos brutais assassinatos de José Bernardo da Silva (Orlando) e Rodrigo Celestino, ocorridos na noite de sábado (08) por volta das 19h. Os dois eram militantes do Movimento das Trabalhadoras e Trabalhadores Sem Terra (MST) da Paraíba e estavam no acampamento Dom José Maria Pires, localizado no município de Alhandra, quando um grupo de 4 homens fortemente armados executaram as vítimas impiedosamente.

Não há mais o que se discutir sobre o avanço da intolerância, da opressão, da perseguição e da eliminação seletiva de homens e mulheres do campo e da cidade. Os assassinatos de José Bernardo da Silva e Rodrigo Celestino representam a materialização da política do extermínio, da ofensa à dignidade da pessoa humana e, por extensão, um gravíssimo desrespeito a todas as leis da República. De nossa parte, é chegada a hora de articular, no âmbito das forças da resistência democrática, as ações legais urgentes e necessárias para enfrentamento contra a intimidação e a violência no campo.

Portanto, a Ordem dos Advogados do Brasil, Subseção Campina Grande, por meio desta nota de repúdio, se coloca ao lado de todos e de todas que lutam contra esse estado de coisas, e muito especialmente dizer aos familiares das vítimas que tombam constantemente no combate por um mundo mais humano, solidário e justo, que suas vidas e mortes não serão esquecidas.

Nós e a sociedade, estarrecidos com tamanha crueldade, exigimos apuração imediata, criteriosa e responsável para estes dois crimes estarrecedores, verdadeiros ataques à democracia e aos Direitos Humanos.

JAIRO OLIVEIRA
Presidente da OAB-CG
Campina Grande, 09 de dezembro de 2018

Compartilhe