Eneida Maracajá arrebata público durante primeiro Grão Jurídico do ano

Compartilhe
A dama da cultura paraibana, Eneida Maracajá

“Minha vocação sempre foi a educação e a arte”. Esta frase resume bem a essência da professora e ativista cultural Eneida Agra Maracajá, a primeira convidada do ano do projeto Grão Jurídico, com o tema “Educação, Cultura e Carnaval”. A apresentação aconteceu na tarde de sexta-feira, 22, no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção Campina Grande (OAB-CG) e arrebatou o público presente.

Mais do que uma aula, Eneida comandou uma viagem onírica pela cultura de Campina Grande e do Brasil. Professora por vocação e ativista por obstinação, como a própria se define, ela brindou os participantes com momentos memoráveis de sua vida, que se confundem com a própria história da Rainha da Borborema.

Fez também uma cronologia do Festival de Inverno, outro presente que seu amor deu à cidade, e do próprio Carnaval, assim como falou sobre seus projetos sociais e culturais, a exemplo do Carnavalesca, Tamanquinho das Artes, Instituto Solidarium – hoje mantenedor do Festival de Inverno – e o projeto com os presidiários, tão importante na ressocialização dos apenados.

Sobre o Festival de Inverno destacou: “Foi preciso também que nós criássemos uma ONG, o Solidarium – Instituto de Arte, Cultura e Cidadania. Fizemos uma grande restruturação do Festival, quando implementamos o Circo da Cultura em Campina Grande, posteriormente adquirido pela Secretaria de Educação”.

Emocionado, o presidente Jairo Oliveira agradeceu à convidada. “Sua presença é uma homenagem a todos nós. Você me despertou o sentimento da saudade, porque sou filho de um homem que viveu o Carnaval com toda intensidade, João Grande, linotipista do jornal A União, que quando partiu para a vida eterna recebeu uma das mais belas homenagens, no velório todos os estandartes dos clubes de João Pessoa estavam lá homenageando meu pai. Jamais poderei lhe retribuir à altura tamanha emoção”, declarou.

Por todo o serviço prestado à cultura de Campina, Eneida foi homenageada com uma placa e um buquê de flores, que recebeu das mãos da vice-presidente da Subseção, Carla Felinto.

Compartilhe